a Puroesporte: Após suspensão das Olimpíadas, Isinbayeva cogita aposentadoria
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Após suspensão das Olimpíadas, Isinbayeva cogita aposentadoria


Nesta quinta-feira, a Corte Arbitral do Esporte (CAS) manteve a suspensão ao atletismo da Rússia de participar de competições internacionais após escândalos de doping, excluindo 68 atletas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Entre as banidas, está a saltadora Yelena Isinbayeva.

Após declarar que a decisão era “o fim do atletismo”, Isinbayeva não sabe se continuará atuando no salto com vara. Em uma transmissão ao vivo por meio das redes sociais, a atleta mostrou-se inconformada com a situação.

“Como o Comitê Olímpico Internacional se nega a permitir que os atletas russos participem dos Jogos do Rio, não vejo sentido em continuar treinando”, afirmou. Yelena ainda declarou que, aos 34 anos, priorizará sua família.

Durante sua carreira, Isinbayeva conquistou três medalhas olímpicas. Foi ouro em Atenas 2004 e Pequim 2008, além de levar o bronze em Londres 2012. Além disso, detém o recorde mundial da modalidade, com a marca de 5,06m.

A russa não compete desde 2013 quando foi campeã mundial em Moscou. A atleta parou por um tempo devido ao nascimento de sua filha, Eva, em junho de 2014. Em março desde ano, uma lesão no tendão de aquiles adiou o retorno da saltadora, que esperava voltar no Rio 2016.

0 comentários: