a Puroesporte: De volta à Laser, Scheidt lutará pela sexta medalha olímpica
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

sexta-feira, 29 de julho de 2016

De volta à Laser, Scheidt lutará pela sexta medalha olímpica


Scheidt vive a expectativa da sexta olimpíada agora em casa
Cinco participações olímpicas e cinco medalhas (duas de ouro, duas de prata e uma de bronze). Uma para cada edição da competição que disputou. É com esse currículo que o iatista Robert Scheidt entra na briga contra outros 42 competidores nos Jogos Rio 2016, a partir do dia 8 de agosto, na raia da Baía de Guanabara.

Após participar das duas últimas edições na classe Star (prata em Pequim 2008 e bronze em Londres 2012), Scheidt volta a competir na Laser, na qual é dono de dez títulos mundiais e bicampeão olímpico (Atlanta 1996 e Atenas 2004).

"Há quatro anos, com a notícia de que a classe Star iria deixar de ser olímpica, me vi muito distante da Olimpíada do Rio. Hoje, estou aqui com boas chances de brigar por uma medalha. Eu vejo isso como um privilégio, poder chegar a minha sexta Olimpíada competindo na classe Laser, que exige tanto do físico e em que você não pode desenvolver equipamento, tudo é fornecido", disse.

Pela primeira vez, o velejador paulista não chega a uma competição como favorito, diferente de outros campeonatos. Mas nem por isso diminui sua confiança numa boa classificação.

"O último ciclo olímpico foi voltado para tentar chegar ao auge no Rio de Janeiro. Tive alguns bons resultados desde Londres, mas não dominei como antigamente. Fui campeão do Mundial de 2013, recentemente tive bons resultados aqui na Baía de Guanabara na Semana de Vela, venci os estrangeiros. Aquele domínio que tinha antes não tenho mais. Mas, acho que a experiência conta muito nesse esporte e me motiva mais ainda velejar em casa".

Segundo Scheidt, um de seus principais adversários será o bicampeão Nick Thompson. O britânico vem velejando bem e foi quem mais pontuou na temporada 2016.

"O jogo tem que ser jogado na hora. Eu acho que os dois primeiros dias são fundamentais para te dar essa tranquilidade, crescer o volume e entrar na competição. Se nos dois primeiros dias você não se posicionar entre os primeiros colocados, aumenta sua dificuldade de recuperação".

0 comentários: