a Puroesporte: Multidão festeja passagem da Tocha Olímpica pelas ruas de São Paulo
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

domingo, 24 de julho de 2016

Multidão festeja passagem da Tocha Olímpica pelas ruas de São Paulo


O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 começou emocionante em São Paulo. Uma multidão de paulistas aguardava a chama Olímpica no Museu do Ipiranga. O comboio seguiu até o icônico monumento que marca o lugar onde Dom Pedro proclamou nossa independência.



O público ovacionou Amauri Ribeiro, o primeiro condutor, e correu para acompanhar Rony Gomes, que conduziu a tocha Olímpica descendo a ladeira do Parque da Independência de skate. Rony Gomes, de 24 anos, foi campeão mundial de skate vertical, em 2013. "A galera desceu junto comigo e se divertiu. Foi muito emocionante conduzir a tocha Olímpica aqui", disse.

Gustavo Borges foi um grande representante da natação brasileira e, ao conduzir a tocha Olímpica, sentiu saudades dos tempos de atleta. “Vivenciar toda essa memória Olímpica dá muita saudade. Participei de vários Jogos Olímpicos, agora vou torcer. A torcida é muito importante para apoiar nossos atletas. Tenho certeza que os Jogos Rio 2016 vão ser uma emoção muito grande”.

Maria Esther Bueno é o maior nome do tênis brasileiro de todos os tempos. Venceu 19 torneios de Grand Slam. “Receber os Jogos em casa é fantástico, não poderia ser melhor. Conduzir a tocha é como se eu tivesse realmente participando dos Jogos Olímpicos”, disse.

Figuras paulistanas foram às ruas, com fantasias, em clima parecido com o da São Silvestre, tradicional corrida de rua de fim de ano. Segundo a Polícia Militar, cinco mil pessoas foram ao Parque do Ibirapuera para acompanhar o revezamento da tocha.

Fofão subiu no lugar mais alto do pódio com a Seleção Brasileira de vôlei feminino em Pequim 2008. “A alegria de poder conduzir a tocha no meu país é uma emoção que não dá pra descrever. É uma felicidade muito grande dividir isso com o povo brasileiro, com as pessoas que sempre torceram por mim e por todo o esporte no Brasil”.

Ricardo Prado foi um fenômeno da natação mundial na década 1980. Em 1982, aos 17 anos, foi campeão mundial nos 400 metros medley em Guayaquil, no Equador, batendo o recorde mundial. Nos Jogos Olímpicos Los Angeles 1984, foi medalha de prata. “Quero incendiar a energia, a ambição, a vontade, a disciplina do povo brasileiro para fazer deste país um país melhor, para incorporar o espírito Olímpico”, falou.

Para acender a pira de celebração no Sambódromo de São Paulo, foram escalados três ídolos das três torcidas do futebol paulistano. Rivellino representou o Corinthians, Ademir da Guia, o Palmeiras, e Zetti, o São Paulo. Os craques do passado subiram ao palco, no Anhembi, para a celebração final da capital paulista.

"Vamos provar para todo o mundo que podemos, sim, fazer grandes Jogos Olímpicos. O esporte foi tudo na minha vida e, infelizmente, não tive a felicidade de participar dos Jogos, mas estou muito feliz e muito contente de conduzir a tocha. Espero que os Jogos Rio 2016 sejam fantásticos e que o Brasil possa conquistar muitas medalhas”, falou Rivellino.

· Neste domingo (24), o Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 passou pela ultima capital brasileira antes do Rio de Janeiro. São Paulo fez uma grande festa nas ruas para a passagem do comboio e dos 260 condutores, que percorreram 51 quilômetros, passando por diversos pontos famosos da cidade. Parque do Ibirapuera, Theatro Municipal, Estação da Luz, Mercado Municipal, Estádio do Pacaembú, entre outros. Amanhã, Ilhabela recebe uma operação especial do revezamento da tocha.

0 comentários: