a Puroesporte: Revezamento da Tocha Olímpica chega ao Vale do Aço no Rio
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Revezamento da Tocha Olímpica chega ao Vale do Aço no Rio


O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 avança em terras fluminenses a caminho da cidade do Rio de Janeiro. Nesta quinta-feira (28), o comboio visitou Ilha Grande, Rio Claro e Resende, e segue para Barra Mansa e Volta Redonda.

 

De Angra dos Reis partiu a barca para Ilha Grande levando a chama Olímpica para a Vila de Abraão, principal ponto da ilha, onde Daiane Maíra dos Santos, que aprendeu a jogar xadrez com seu pai aos 6 anos e hoje aos 13 anos já conta com três títulos de melhor da Ilha Grande, foi uma das condutoras."Eu gosto muito de xadrez e acho importante poder mostrar para mais crianças esse esporte. Ainda não caiu a ficha até agora que eu conduzi a tocha Olímpica", disse.

O cartunista Ziraldo e sua filha Daniela Thomas também levaram a tocha. Eles têm uma relação de mais de 40 anos com Ilha Grande. A família comprou uma casa no local, nos anos 60, e sempre passam muitas temporadas por lá. Além disso, a ex-esposa de Ziraldo, e mãe da Daniela, está sepultada na Ilha. "Grande emoção ver essas crianças, conduzir esse símbolo milenar e de tanta força. É um dos grandes momentos da minha vida", disse Ziraldo.

Conduzir a tocha Olímpica é uma nova emoção na vida de Arnaldo Cezar Coelho. Árbitro nos Jogos Olímpicos Montreal 76 e Seul 88, ele curtiu o momento. Segundo ele, a regra no revezamento é clara: "É correr devagarinho, sem desequilibrar e chegar até o final. Eu estou acostumado a grandes emoções, mas essa foi muito grande", falou.

 Quase 100 mil pessoas lotaram o Maracanã em 1983 para assistir o jogo de voleibol entre Brasil e União Soviética. "Esse foi, talvez, o momento mais marcante da minha carreira", diz Antônio Carlos Ribeiro, o Badalhoca. Ele foi medalhista de prata nos Jogos Los Angeles 1984. "Esse é o símbolo máximo dos Jogos Olímpicos, que eu tive o prazer de disputar duas edições. É uma alegria que está sendo transmitida para esse povo que precisa tanto sorrir", falou.

Barra Mansa e Volta Redonda também receberam o revezamento da tocha na noite desta quinta-feira. A Cidade do Aço encerrou o dia.

Mark O’Brien foi acometido por uma doença que ataca o sistema imunológico e estava mal quando aconteceu o Revezamento da Tocha Olímpica Londres 2012.

Recuperado, dois anos depois, ele não desistiu do sonho e enviou cartas para várias pessoas responsáveis pelo revezamento no Brasil, inclusive o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, que foi o único que respondeu. "Recebi um e-mail e achei que era brincadeira, mas depois confirmei que era real e fiquei muito feliz. Estou realizando um sonho, meus pais e minha irmã vieram comigo para ver esse dia especial", disse o menino de 13 anos, em Volta Redonda.

Nesta sexta-feira(29), o Revezamento da Tocha Olímpica segue para a Região Serrana do Rio de Janeiro, passando por Piraí, Barra do Piraí, Vassouras, Paraíba do Sul, Três Rios e Petrópolis.

0 comentários: