a Puroesporte: Brasil fecha a quarta-feira com 48 medalhas e ultrapassa conquistas de Pequim 2008
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Brasil fecha a quarta-feira com 48 medalhas e ultrapassa conquistas de Pequim 2008


Revezamento do Brasil ganha prata com recuperação no final
No sétimo dia de disputas dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, o Brasil obteve mais cinco medalhas e fechou a quarta-feira, 14, com 48, ultrapassando o número total de pódios em Pequim 2008: 47. O resultado já é a melhor campanha da história da delegação brasileira em Jogos, e foi possível graças às conquistas no atletismo (2), na natação (2) e no ciclismo (1).

O destaque do dia foi o bronze do ciclista Lauro Chaman, que conquistou a primeira medalha da modalidade em Paralimpíadas. Ele chegou na terceira posição da prova de contrarrelógio de estrada, classe C5, com o tempo 37min37s43.

"Eu só posso agradecer a todos que me apoiaram para chegar até aqui e que me ajudaram a conquistar este resultado. Eu não estava esperando a medalha porque aqui só tem os melhores e sabia que ia ser difícil, mas ela acabou vindo, e agora é comemorar", declarou Lauro.

No atletismo, a jovem Verônica Hipólito faturou sua segunda medalha nos Jogos. A atleta já havia ficado com a prata nos 100m T38 e, desta vez, obteve o bronze nos 400m T38, com o tempo de 1min03s14. No revezamento 4x100m T11-13, as velocistas Alice Correa, Lorena Spoladore, Terezinha Guilhermina e Thalita Simplicio fizeram a marca de 47s57 e foram vice-campeões da prova.

Outro quarteto também medalhou no dia. Na natação, Andre Brasil, Daniel Dias, Phelipe Rodrigues e Ruiter Silva levaram a prata no revezamento 4x100m 34 pontos. Eles nadaram para 3min48s98 e estabeleceram o novo recorde das Américas na disputa. Na prova de 50m livre S13, Carlos Farremberg, o Carlão, conseguiu seu primeiro pódio em Jogos. Com 24s17, foi o segundo mais rápido da prova.

Na estreia da canoagem nos Jogos Paralímpicos, dois atletas brasileiros conquistaram vaga para as finais, marcadas para esta quinta-feira, 15, na Lagoa Rodrigo de Freitas. Luis Carlos Cardoso, no KL1, e Caio Ribeiro, no KL3, ficaram em primeiro lugar nas suas eliminatórias e passaram direto para a disputa por medalhas.

As Seleções de goalball também vêm forte. Venceram seus adversários nas quartas de final, e, pela primeira vez em Paralimpíadas, o Brasil terá suas duas equipes (feminina e masculina) disputando as semifinais, que serão realizadas nesta quinta. Após vencer a Ucrânia por 10 a 0, o time feminino enfrentará a China, às 15h. Já a Seleção masculina bateu a China, por 10 a 3, e enfrenta os Estados Unidos, às 13h30.

Outras duas equipes brasileiras disputam semifinais nesta quinta. A Seleção de futebol de 5 enfrenta a China, às 16h, e mais tarde, às 18h30, as meninas do vôlei sentado medem forças contra os Estados Unidos.

0 comentários: