a Puroesporte: No hipismo, Rodolpho Riskalla termina em décimo na disputa individual
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

terça-feira, 13 de setembro de 2016

No hipismo, Rodolpho Riskalla termina em décimo na disputa individual


Rodolpho Reskalla teve boa atuação no Hipismo Adestramento
O cavaleiro Rodolpho Riskalla iniciou sua jornada rumo aos Jogos Paralímpicos Rio 2016 em abril deste ano. E em cinco meses, conseguiu chegar entre os dez melhores do mundo na classe III do hipismo. Com o animal Warenne, o paulista radicado na França alcançou nesta terça-feira, 13, a pontuação de 68,366% na prova individual. O resultado garantiu ao brasileiro o décimo lugar.

"Eu adorei a minha prova hoje. Foi bem mais próxima do que a gente estava fazendo lá na Europa. Para mim é super gratificante porque a gente vem trabalhando para isso, apesar do curto tempo com o cavalo. A ideia era apresentar essa pontuação, entre 68%, 70%. Então eu consegui chegar à meta, o que ajuda bastante a equipe, aumentei a minha nota em 2% e isso já é muito bom", comemorou Rodolpho.

O pódio foi dominado pelas mulheres. A grande campeã foi a norueguesa Ann Cathrin Lubbe, com Donatello, que fez 72,878%. A medalha de prata ficou com o conjunto dinamarquês Susanne Sunesen/Que Faire, com 72,171%. Louise Jakobsson/Zernard, da Suécia, conquistou o bronze com 70,341%.

Dando continuidade às finais individuais, nesta quarta, 14, ocorrerão as provas das classes IV e Ib. Sendo, esta última, de Marcos Fernandes Alves, o Joca. Montando Vladimir, o brasileiro vai tentar buscar mais uma medalha em Jogos Paralímpicos. Ele já tem duas de bronze, conquistadas em Pequim 2008.

0 comentários: