a Puroesporte: Revezamento feminino garante a prata na noite do atletismo
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Revezamento feminino garante a prata na noite do atletismo


Equipe brasileira com os guias celebram a medalha
A noite desta quarta (14) no Estádio Olímpico encaminhava-se para um desfecho incomum nos Jogos Rio 2016. Das três chances de medalha brasileira na sessão noturna do atletismo, apenas uma seguia viva: a equipe feminina do revezamento 4x100m T11-T13. E, com Terezinha Guilhermina acelerando no último trecho, o quarteto brasileiro garantiu que a noite terminasse no pódio, com o brilho da medalha de prata.

"É uma medalha conquistada por oito pessoas e estou muito feliz por cada uma delas. Sou uma privilegiada por poder ter cada um deles ao meu lado. Foi fundamental termos trabalhado juntos e termos tido espírito de equipe. Disse a elas que ninguém é capaz de vencer um revezamento sozinho. Todas correram abaixo de 12 segundos e fizeram a melhor corrida de suas carreiras aqui", comentou Terezinha.

Além de Terezinha, participaram da prova Thalita Simplício, Alice Correa e Lorena Spoladore. O quarteto brasileiro completou a prova em 47s57 e só ficou atrás da equipe chinesa, que ganhou o ouro e bateu o recorde mundial com 47s18. O bronze foi para a Colômbia, com o tempo de 51s93.

Foi a primeira medalha das quatro atletas brasileiras no Rio 2016. Mais experiente, Terezinha foi às finais dos 100m e 200m da classe T11, mas foi desclassificada em ambas. A veterana volta a correr na quinta (15), nos 400m.   Outros dois atletas brasileiros lutaram por medalhas na noite desta quarta. João Victor de Souza ficou em quinto lugar no arremesso do peso da classe F37 e Teresinha de Jesus não foi à pista para a decisão dos 400m rasos T45/46/47 por ter sentido uma lesão no aquecimento.

0 comentários: